Facebook Instagram Youtube Twitter
Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019
Horário:
Temperatura: 22 º
Untitled Document
Cabelos: talento de quem "faz a cabeça”
Data: 27/11/2014 às 01h20

A vontade de ter cabelos cada vez mais bonitos faz com que muitas mulheres deixem de lado os rótulos dos produtos de beleza e as recomendações dos próprios cabeleireiros. Quem já não deixou o creme de hidratação mais tempo do que a embalagem recomendava para “fazer mais efeito”? Ou resolveu comprar um shampoo de limpeza profunda apenas por achar que “limpar mais certamente é melhor”?

 

Conheça a A HISTÓRIA DOS CABELOS

Cada tribo ou povo tem uma história, uma cultura, um jeito de se mostrar independente. E os cabelos sempre fizeram parte dessa identidade, tendo cada, penteado uma marca registida.

Por meio do estilo dos fios, por exemplo, é possível descobrir costumes de cada época, de classes sociais ou de grupos definidos, como os hippies, os yuppies e os punks.

A mudança dos penteados fala muito sobre nós, sobre as mudanças na rotina e na visão do mundo. As vezes troca-se de penteado para integrar uma mudança interna.

 

Quando decidimos mudar a cor ou a textura natural do cabelo, estamos a dizer a todos que aquela mudança tem mais a ver com o que sentimos, pensamos e queremos para nós.

 

Quando uma mulher corta radicalmente o cabelo ou opta pelo megahair, também esta passando uma mensagem. Vale ressaltar que o mais importante não é o que o cabelo representa, mas sim essa mudança, que apensa depende de cada um para realmente acontecer. "os cabelos não desinibem, não erotizam e nem nos recolocam no mundo se nós não alterarmos as nossas atitudes e a postura além do penteado. Enfim, precisa ser de dentro para fora".

Durante a segunda guerra mundial, por exemplo com a inexistência de salões de beleza, as mulheres precisavam de se adaptar a penteados mais simples. Na mesma época os turbantes ficaram em alta por serem mais práticos e mais baratos que os chapeus. Duas décadas antes os curtos foram muito valorizados porque o figurino da mulher se despojou como um todo.

Na década de vinte as mulheres se emanciparam muito politicamente e começaram a reivindicar um espaço maior na sociedade.

Nos anos setenta surgiram nos salões os secadores portáteis - para salvar a vida das mulheres. Uma década depois passaram a ser disponibilizados no mercado comum.

Em algumas culturas, o cabelo demonstra a posição social, profissional e até mesmo religiosa da pessoa. 

 

Na roma antiga, por exemplo, o cabelo raspado evidenciava inferioridade já que, na época, apenas escravos, prisioneiros ou traidores utilizavam esse corte.

Já na pré-história, o homem das cavernas se esforçava para tratar e arrumar os cabelos. Achados arqueológicos de pentes e navalhas de pedra comprovam isso. O primeiro apogeu na arte de penteados ocorreu no velho Egipto, há cerca de 5 mil anos. Perucas sofisticadas mostram habilidade dos cabeleireiros que na corte dos faraós gozavam grandes prestígios.

No século II A.C, na Grécia Antiga, para encontrar um verdadeiro penteado requintado era conveniente dar asas a imaginação e ir até ao topo do Olimpo: espaço reservado aos deuses e deusas. Os penteados ostentavam algumas sobriedades e fantasias, prevalecendo os cabelos louros, frisados, com caracóis estreitos e discretos, com franjas em espiral.

Foram os Gregos que criaram os primeiros salões de cabeleireiro (KOUREIA), em Atenas, construídos sobre a praça pública, o Ágora. Lá, os Kosmetes ou "Embelezadores de Cabelo", escravos especiais, circulavam soberanos. Os escravos cuidavam dos homens e as escravas das mulheres. Vemos que os cabelos, em particular, tiveram sempre o previlégio de um espaço próprio.

 

Os cabelos eram perfumados com óleos raros e preciosos, matizados com tons tintos ou descolorados, uma vez que a cor mais em voga era a loura. Nos penteados femininos, utilizavam-se faixas e laços por cima dos cabelos lisos e compridos.

 

Mais tarde, a moda lançou os caracóis e os rolos de cabelos. Os penteados eram enriquecidos com pentes afiados em bronze ou marfim.

Na Grécia Antiga, a moda dos cabelos se mantinha por dois a três séculos. A mudança era rápida na Roma Antiga, onde as esposas dos soberanos eram os exemplos, sendo seguidas por todas. A essa altura, no imperio Grego-Romano, os Gregos e as Gregas faziam os cabelos dos Romanos e penteavam as Romanas. Nesses salões, discutiam-se novidades e propagavam-se as fofocas. Se antes existiam particularidades regionais, a partir de Luis XIV, a moda francesa dominou todas as civilizações.

 

No começo do século XVIII, as mulheres casadas usavam uma touca para esconder os cabelos e somente o marido delas poderia ver seus cabelos soltos.

 

Tempos atuais e a evolução dos cabelos

Lembram dos cabelos black power? E os com muito gel, brilhantina? Tudo era ou é ainda moda? A verdade é que como mudaram as aparências capilares e um bom corte e tinturas mudam completamente uma pessoa. Também os produtos químicos evoluíram muito, ma requer cuidados extremos afinal, é química aplicada na sua pele.

 

Tudo isto foi história usados por gerações através dos tempos e em suas épocas. Hoje as técnicas aplicadas, produtos, variações de cortes, tipos e estilos vão além de uma simples tesoura e um pente. Profissionais como a JOSI NUNES aqui em Tubarão que atua há mais de 15 anos neste ramo utilizam aparelhos e instrumentos quase que “cirúrgicos” para “fazerem” a cabeça das pessoas.

 

Também é comum a busca por cortes e penteados inspirados em alguns famosos da mídia em geral. Nesta busca pela beleza e a melhor aparência é necessário a escolha de um bom profissional qualificado é que o agrado deve ser acima de tudo pessoal, mas sempre tem quem queira agradar alguém, rzs...

Veja os cabels desta cliente, linda moça por sinal. Nesta foto veja o ANTES. 

 

e agora veja nesta foto o DEPOIS. Uma mudança "radical" mas que a tornou satisfeita. 

 

O legal é vivenciar as tendências e mudar às vezes faz muito bem, assim como uma boa alimentação e qualidade de vida que influencia nos cabelos. Se precisar de um Salão Qualificado procure a profissional JOSI NUNES aqui em Tubarão. Com sua equipe e estrutura, oferecem um dos melhores serviços do ramo. Contatos (48) 3626-7891, ligue e agende seu horário.

Reportagem de Fernando Lee / BNC TV programação 2014 - entre em contato com a BNC TV (48) 3052-2963 e 9647-2963.

Espaço Publicitário
O Passageiro 9º temporada
Confira aqui os vídeos e fotos.
BNCTV - Todos os direitos reservados.
A sua televisão para todos os momentos.
www.bnctv.com.br